.
.
capa
quem somos
o que fazemos
horario
hospitalidade
atividades
vida bedenetinas
vocacao
construcao
atualidades
texto
fotos

fale conosco

Visite nosso blog

 

Login

Folder
.
HORÁRIOS
.

A Liturgia das Horas santifica o dia e o trabalho humano. Baseada nas orações judaicas e na tradição dos apóstolos, tem no Ofício de Laudes, ao nascer-do-sol, e no de Vésperas, ao pôr-do-sol, seu eixo principal. Desdobra-se durante o dia  e a noite, nos momentos denominados Horas ou Ofícios.

OFÍCIO DE VIGÍLIAS

Nas últimas horas da noite celebramos um ofício longo, iniciado por um invitatório e seguido de hino, salmos, leitura bíblica e leitura patrística, com seus responsórios e uma oração determinada pelo dia litúrgico.

HORA DE LAUDES

Com o nascer do sol celebramos a Ressurreição de Cristo com hinos e salmos. É o louvor da Igreja pela natureza que desperta e pelo mistério de Cristo ressuscitado.

HORAS MENORES

O costume litúrgico do Oriente e do Ocidente adotou essas Horas que pontuam o dia. Relaciona-as com a Paixão do Senhor e a pregação inicial do Evangelho. São a oração da Igreja em meio ao trabalho. É Cristo clamando no pobre, nos que sofrem e estão oprimidos, nos situados à margem, nos que necessitam de salvação, enfim, é a dimensão da cruz e do mistério pascal.

HORA DE VÉSPERAS

Ao pôr-do-sol louvamos o Senhor por todos os trabalhos realizados e pelos dons recebidos durante o dia. O sol declina, vem a noite, vem o descanso do trabalho. Estes fatos são o ponto de partida para o louvor. Lembramos também nossa própria redenção e elevamos nossas mãos como incenso na presença do Senhor. Para que nossa esperança esteja naquela luz que não tem ocaso ‘oramos e pedimos que a luz venha de novo a nós, rogamos pela vinda gloriosa de Cristo, o qual nos trará a graça da luz eterna.’ Nesta prece agradecemos todo o bem realizado durante este dia, em nós mesmas e em todo o mundo. 

ORAÇÃO DE COMPLETAS

Última oração do dia. Pedimos a proteção de Deus para a noite. Nela realçamos o aspecto escatológico e de entrega da pessoa a Deus. Os salmos que rezamos são tradicionais salmos de confiança, que já constituíam a oração da noite dos israelitas e da Igreja primitiva. Terminamos este Ofício cantando uma antífona  dirigida a Maria, a cuja proteção recomendamos nosso sono e nosso repouso.
A partir deste momento reina no Mosteiro o grande silêncio, tempo fecundo e envolvente que nos conduz, restauradas e despertas, ao louvor do novo dia.

EUCARISTIA

Nos dias comuns, celebramos a Eucaristia às 7:00 horas.
Às 2ª-feiras, a celebração se dá às 17:30 horas.
Aos domingos porém,com a afluência do povo, celebramos às 9:30 horas.