.
capa
quem somos
o que fazemos
horario
hospitalidade
atividades
vida bedenetinas
vocacao
construcao
atualidades
texto
fotos

fale conosco

Visite nosso blog

 

Login

Folder
.
.

A formação monástica  prepara as pessoas que entram para o Mosteiro para viverem de acordo com sua opção de vida. Através de aulas, leituras, da convivência numa vida simples e pobre, e do acompanhamento pessoal, as monjas vão corrigindo seus próprios rumos e crescendo na caridade. Normalmente a formação é feita no próprio mosteiro. Isso não exclui a possibilidade de freqüentarem cursos teóricos ou profissionalizantes, relacionados à teologia, ao monaquismo ou necessários à administração do Mosteiro e ainda ao trabalho de subsistência.

Quem pode entrar para o Mosteiro?

    • Pessoas jovens ou adultas que tenham maturidade para a escolhe desse estilo de vida.
    • Assistidas por uma monja, por uma orientadora ou orientador espiritual, vão discernir se o seu desejo corresponde à graça da vocação que é dada por Deus.
    • A Regra de São Bento indica três sinais muito objetivos e claros da existência da vocação. Esses sinais podem tornar-se bem mais perceptíveis com o tempo de convivência com o ou no Mosteiro.

       Como iniciar um contato?  

 Visitar o Mosteiro; Escrever uma carta; enviar um e-mail, telefonar; preencher seus dados e enviar-nos na caixa de diálogo Contatos, neste site.

       Quais são as etapas da formação?

   A adesão à vida beneditina se processa nas seguintes etapas:

Postulantado - para quem já tomou uma decisão inicial. É um período de um ano a dezoito meses no qual a candidata aprofunda seu discernimento e opção, já reside no Mosteiro e participa de sua vida e de momentos de formação adaptados.

Noviciado - Persistindo uma mais firme decisão de continuar a caminhada de formação a candidata ingressa no primeiro período oficial de formação, começando a participação como um membro da comunidade e a assumir maiores responsabilidades em relação à liturgia e à vida de trabalho da mosteiro. Intensifica-se o conhecimento e a prática da vida beneditina.

Votos temporários  - Estando a noviça bem segura de sua vocação e tendo a comunidade julgado que assim é, a noviça pode pedir para fazer a profissão monástica, comprometendo-se por voto à obediência monástica, à conversão de seus costumes de acordo com a forma monástica de viver e a permanecer de forma estável no mosteiro no qual ingressa.

Esse período, de acordo com as leis da Igreja, dura no mínimo três anos. Após este período, transcorrido felizmente, a jovem professa pode ser recebida para a

Votos perpétuos - A professa temporária faz a sua profissão definitiva, ligando-se por votos perpétuos ao mosteiro que a acolheu. Com a profissão perpétua a irmã assume todos os direitos e todos os deveres de uma monja beneditina, ligando-se para toda a vida ao mosteiro onde nasceu e cresceu para a vida monástica.